sexta-feira, 17 de maio de 2013

Com o passar do tempo

Olá pessoal, pretendo estar mais aqui agora.

Sabe estou com 48 anos e estou sentindo mudanças trágicas no meu corpo (não meninas, não estou falando de rugas e flácidez) e sim de musculatura, tendões e ligamentos.

Está cada vez mais difícil manter  a flexibilidade, o en dehors, a agilidade e os pés fortes.

Concordo que a falta de aulas com a minha mestra a um ano contribui para que isso aconteça.

O corpo envelhece rapidamente depois dos 40 anos, e depois dos 50 então...misericordia que a vida me dê forças pra continuar.

Sei que nossa arte é cruel e exigente e que prevalecem os jovens de boa genética(flexíveis, pés curvados e fortes, magérrimos e de media estatura)...e acho que é por isso que sou apaixonada pelo ballet clássico....ele é unico e discriminante, belo e difícil, prazeroso e dolorido, caridoso e cobrador.




2 comentários:

  1. Para ser sincera rs, acho que agora vai ser o seu melhor momento. Agora a dança será apenas e nada mais por amor e a cobrança por 'perfeição' pode ser deixada de lado.
    Continue sempre assim... apaixonada pelo ballet!

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. escrevendo com os pés28 de julho de 2013 08:40

      Oi ingrid, obrigada pelas palavras....é verdade a maturidade tras coisas boas também....beijos

      Excluir

Sejam sinceros ;)